27.7.06

Comunicado à comunidade

Saudações canábicas comunidade da Horta da Couve,

A equipa da Horta saúda-vos e agradece todo o apoio neste momento menos bom.

A situação é a seguinte:

Autoridades portuguesas (desconhecemos quais) contactaram as autoridades Alemãs acerca do site www.hortadacouve.com, agora redireccionado para este blog. O site e o fórum estavam alojados no mesmo servidor que o Growroom, num espaço gentilmente cedido pela administração desse site brasileiro hospedado na Alemanha.

Não conhecemos exactamente qual o teor do contacto mas foi o suficiente para as autoridades alemãs fazerem uma visita ao responsável pelo servidor na Alemanha e darem-lhe uma espécie de aviso informal de que se a Horta continuasse online ele provavelmente viría a ter problemas.

Visto isto, e por não querermos criar qualquer tipo de problema a quem nos tem dado tanto, retirámos tudo do servidor e estamos actualmente sem "casa".

Os dados estão seguros e não foram comprometidos. As autoridades não estavam munidas de qualquer mandato judicial que lhes desse acesso à máquina ou aos dados, apenas foi dado um aviso informal.

É nossa intenção voltar a estar online e estamos presentemente a analizar as opções que temos. Pedimos por isso a vossa paciência e compreensão pelo tempo que poderemos vir a demorar até a situação voltar ao normal.

Entretanto este blog será o nosso ponto de encontro e será actualizado regularmente com qualquer novidade que entretanto surja.

Obrigado mais uma vez a toda a comunidade pelo apoio e pela compreensão,


A equipa da Horta

105 comentários:

Anónimo disse...

Como ja foi dito no topico anterior: "Ganharam uma batalha mas nao ganharam a guerra"


FIkem Bem
jonas

Anónimo disse...

Sempre a combater
sempre a combater
Early Grower

Anónimo disse...

Já foi tudo dito...
Contem comigo para o que for preciso...

_\|/_ Toalha

Anónimo disse...

Que tristeza...

Fica difícil fazer qualquer tipo de comentário.

Eu sou um usuário do Growroom, como todo o GR está off line, pediria a vocês um pouco mais de informações sobre o que ocorreu. A Horta da Couve e o Growroom estavam hospedados no mesmo espaço no provedor alemão? Seria possível saber se houve participação das autoridades brasileiras no fato, ou o GR foi abaixo apenas por tabela? Os dados do GR foram perdidos? Administração e moderadores estão enfrentado algum tipo de problema?

Uma coisa é certa nós nos levantaremos e ficaremos mais fortes do que já éramos.

Um grande abraço irmãos

dozer disse...

Tanto quanto sabemos não houve qualquer participação das autoridades brasileiras. O GR está offline por precaução, não houve qualquer referência ou aviso por parte das autoridades em relação ao GR.

Os dados do GR estarão todos em segurança e não foram comprometidos. Administradores e moderadores não tiveram nenhum problema com as autoridades!

Um grande abraço e força para os nossos irmãos da comunidade Growroom que atravessam este momento difícil conosco!

.

Anónimo disse...

O que é preciso é meter em servidores onde a lei/capacidade de actuação deste permita a discussão de como crescer couves, em portugal/alemanha penso k é ilegal. é experimentar na china/russia/india/tailandia e isso..

Anónimo disse...

Caros Camaradas!
É com imenso pesar que verifiquei que a Horta foi alvo de atenção das nossas autoridades e que, nem legal nem ilegalmente, andam a fazer "geitinhos" uns aos outros. De quem estou a falar? Da PIDE Judiciária. O que mais me custa não é o facto de terem "obrigado" a encerrarem um site sobre cultivo de canábis, antes sim, o facto de CENSURAREM A LIBERDADE INDIVIDUAL DE EXPRESSÃO DE CADA UM. É para mim um dos acontecimentos mais tristes em toda a minha vida. Se antes não acreditava nas boas intenções deste estado erradamente chamado de DEMOCRÁTICO, neste momento tenho a certeza que vivemos numa DITADURA quase comparável a muitas que conhecemos por todo o mundo. Tristeza, decepção, raiva, fúria, são as únicas emoções que consigo explorar neste momento. Para quem não sabe, antes do 25 de Abril a liberdade de expressão era sujeita a censura e, alguns, arriscaram as suas vidas apenas pela distribuição de panfletos em grandes concentrações alertando para os factos existentes e exultando o povo á revolta contra aquela situação que durou dezenas de anos. O meu pai foi uma dessas pessoas, esteve preso, torturado, humilhado, mas NUNCA DESISTIU DE LUTAR PELA LIBERDADE!
Os meus memes não podem ser contrariados portanto, para mim, acabou-se o respeito pelas instituções nacionais, pelas bandeiras, enfim por PORTUGAL. Este país já não existe! Deixei de ser Português, sou um cidadão do mundo que lutará pela liberdade de um povo cujo território apelidaram de Portugal. Aliás, portugal, com letra muito pequenina.
Num país onde proliferam manifestações de extrema direita, xenófobas, racistas, tudo o que lhe quiserem chamar, num país onde é permitida a legalização de partidos como estes, cortarem a liberdade de expressão de quem apela ao bom senso, de quem se preocupa em manter uma sociedade informada, de quem apenas quer ter a liberdade de fumar um bom charuto como quem bebe um bom Cabernet Sauvignon, não pactuando com o tráfico, e onde sujeitos tomam a liberdade de agir como uma autêntica polícia de censura, num país onde isto acontece, o melhor é NÃO TER PAÍS!
Repito, nada da minha revolta se prende com algo relacionado com a canábis mas sim pela perda de LIBERDADES QUE A CONSTITUIÇÃO PORTUGUESA NOS CONFERE!
É um país podre, onde as instituições públicas, qual cancro crescendo e ramificando-se pelo país, não merecem mais a nossa confiança.
Numa aopinião muito particular, e já corroborada por vários camaradas, este assunto, devia imediatamente ser levado á comunicação social! Era importante que se entende-se quem está por trás desta infâmia e importante também que se explicásse á população de que forma nos estão a cortar o pio. Pouco a pouco vamos sendo silenciados. Hoje não podemos falar sobre a canábis mas amanhã não poderemos falar sobre o amor, a paz, o entendimento ou um qualquer direito adquirido com o sangue, lágrimas e esforço, dos nossos pais.
UM ULTRAGE!!! É UM ULTRAGE!!! Não sou adepto da violência por isso apelar a que a população se "AMOTINE" pacificamente, contra o fascismo, contra a ditadura, contra a opressão dos nosso governantes e seus "pupilos" é a minha mensagem.
UM GRANDE VIVA Á LIBERDADE!
ABAIXO A CENSURA!
PELO FIM DA DITADURA, REVOLTEM-SE!

Fleurs du Mal

Anónimo disse...

Penso que o importante agora é mesmo saber o que está de errado com o site que lhes dá o direito de puxar a ficha... se depois disso houverem razões para nos queixarmos... venha a comunicação social!

Anónimo disse...

Amigos Cannabicultores...
É realmente necessário chamar a atenção para o sucedido!
Uma das formas seria Hackear sites governamentais tais como o IDT ou o próprio site da PJ.
Parece uma ideia um tanto maluca, mas era uma forma bastante ousada de lhes chamar a atenção!
Por isso aqui fica a sugestão para quem tiver conhecimentos avançados de informática nomeadamente na "arte" de Hackear ou mandar abaixo alguns sites.

um abraço

PatoCosmico disse...

Saudações...

A luta continua, SEMPRE! Mas na entremos pelo banditismo ou tornamo-nos iguais a eles...hackeando e pirateando sites na é a solução!

Cada vez mais precisamos de união! Parafraseando alguém...Avante camaradas, Avante!


Jah bless....

_\|/_

Anónimo disse...

Pode até ser um acto de banditismo, mas é uma forma de reinvidicar-mos o nosso descontentamento e uma forma de chamar a atenção da sociedade e dos meios de comunicação social!
Temos que agir de alguma forma!

Free cannabis!

Anónimo disse...

International Cannagraphic Magazine Forum

Este fórum tem 1 espaço reservado aos utillizadores de lingua portuguesa que poderemos utilizar temporariamente.

Fica a sugestão

Justamente

Anónimo disse...

Estou certo que a nossa união é mais forte que qualquer vontade de nos separar. Força horta!!!!!

Zine disse...

Não sou grower, e só conheci o forum a pouco tempo (fiz o registo a coisa de uma semana); apesar do pouco tempo de actividade, tive a oportunidade de ter uma visão geral do site e achei pessoalmente que éra muito informativo, não promovendo de forma nenhuma o trafico, bem pelo contrario.
Acontece que não sou especialista em leis nacionais, mas pelo que sei, hoje em dia, o cultivo de canabís permanece ilegal sendo considerado crime independetemente das quantidades já que a lei assume que o cultivo implica tráfica.
Penso que é nesse ponto que temos que nos concentrar e tomar accoes; só quando for reconhido o direito a pessoa cultivar para auto-consumo em areas privadas poderemos ter paz.
É claro que o ideal seria a legalização total da canabis e derivados, no entanto é melhor nao ser-mos utópicos; portugal ainda luta contra fantasmas do ante-25 abril; muitos das geraçoes mais velhas ainda tem ancoradas dentro delas as regras e a censura imposta por aqueles tempos.
Acredito que a melhor forma seria fazer entender ao nossos politicos que a legalização do cultivo e consumo de canabis em areas privadas, seria a melhor forma de romper as redes de trafico international.
Se assumirem uma posição em que o cultivo para autoconsumo se torna legal, poderiam controlar a atribuição de licenças para venda de sementes, tornando o que é hoje um pesadelo nacional em uma fonte de receita para o estado, receita a dobrar, ja que tb poupariam em acçoes de combate as redes de trafico.
Que seja claro que n pretendo por aqui de forma nenhuma legalizar a venda de canabis; o trafico continuaria a ser penalizado, mas seria entendido o direito a liberdade individual permintindo a cada individuo poder plantar e consumir em casa, individuo esse que na grande maioria dos casos representam pessoas perfeitamente incluidas na sociedades, com trabalho fixo e contribuições de impostos que não causam disturbios.
Vi referenciado neste forum solucoes como por exemplo apelar a hacker para atacar sites nacionais como o IDT e o da PJ; pessoalmente acho uma pessima ideia, qualquer acto desse genero so conseguiria trazer mais problemas a horta, podendo alias trazer consequencias muito pesadas a nivel legal e dificultando ainda mais o dialogo ja que seria uma associação directa entre a horta e uma forma de criminalide. Alem disso acredito sinceramente que o IDT pode até se tornar um aliado nesta luta, confirmando algums dos dados que poderiamos citar e que são irrefutaveis.
Outros tb propuzeram uma marcha pacifica, uma solução ja muito melhor mas com uma consequencia temporal mt limitada, ja que apos a marcha rapidamente seria esquecida.
Assim venho apresentar a minha modesta solução:

1º) procurar a repor o forum da horta no ar de forma legal averiguando o que aconteceu. penso que se se verificar que realmente foi desligado de forma ilegal, nao nos devemos preocupar muito em levar a tribunal, demoraria uma eternidade, despendiaria-se muito energia, e o final pouco o melhor que poderia acontecer seria os moderados receberem uma indemnização o que nao alteraria muito a situação.


2º) em vez entao de dispendiar energia em processos legais, formar uma equipa de voluntarios entre membros da horta de forma de forma a começar a editar uma revista mensal em formato digital e estaria disponivel gratuitamente para download no forum um pouco a semelhança da 'Soft Secrets'. Essa revista serviria de canal informativo e a ideia seria conseguir futuramente apoios (talvez de algum partido politico) de forma a que cada edição tenha uma tiragem limitada que possa ser distribuida a publico em geral, sedes de partidos politicos, ...

A revista nao teria um sentido provocatorio, mas sim informativo dando sempre relevo ao quanto a legalização do cultivo para consumo privado poderia ser eficaz no combate ao trafico de droga.
Numa só frase, seria a nossa voz para o mundo.

Para acabar quero dizer que como adulto responsavel e consciente dos meus actos que não cria disturbiuos na sociedade; não entendo uma lei que persecuta o consumidor de canabis qd permite largamente o uso e abuso do alcool que é em si, se nao mais perigoso, pelo menos tao prejudicial quanto a canabis.

Para finalizar amigos da horta, lembram-se, o canabis pode ainda ser ilegal, mas o direito a ter e a exprimir uma opinião pessoal, bem como o direito a informação continuam (teoricamente) um direito constitucional. a unica "queixa" que vejo que eles possam apresentar a horta é insentivar uma actividade ilegal que é o cultivo; quanto a isso e falando agora em meu nome e nao em nome do forum, quero dizer: SIM, eu insentivo o cultivo, insentivo o cultivo a todos aqueles que de outra forma continuariam a cometer ilegalidade a ter que adquirir algo no mercado negro. eu nao insentivo as pessoas a cometer ilegelidades, para quem nunca consumui canabis de nenhuma forma, tambem com certeza que nao se interessera em cultiva-lo (fora estudos cientificos ou aplicaçoes industriais), assim o que eu incentivo, é a aquele que ja iria cometer uma ilegalidade ao adquerir no 'underground' a tomar uma atitude mais saudavel, deixando de alimentar redes de trafico!

Não compres, planta!
(temos que conseguir abrir o dialogo politico de forma a alterar novamente a lei sobre as drogas no que respeita a canabis, talvez assumindo uma legislação mais proxima da que possui a nossa vizinha espanha, so assim poderemos ter paz).

Zine disse...

desculpem o doble-post

ja agora uma pergunta aos moderadores, enquanto a situação n for estabilizada, nao ha possibilidade de reactivar a antiga horta??

http://antigahorta.hortadacouve.com/

ou

http://hortadacouve.proboards21.com/

Anónimo disse...

Boas ppl...
Será que o comentário sobre as Sociedades secretas, maçons, iluminati e afins tornou-se incómodo para certas pessoas e acharam melhor mexer os "cordelinhos" e mandar fechar o site?!

Anónimo disse...

o zine tem razao deviamos tentar o maximo mostrar a todos em especial aos poloiticos a verdadeira definiçao de canabis..
nao suporto ver pessoas com a ideia que teem da canabis .muitos deles imaginam que é o primeiro passo para se chegar a drogas muito mais pesadas .quando a canabis é menos prejudicial que o alcool nao deixando uma pessoa inconsciente como o alcool quando ingerido.
seria muito bom divulgarmos toda essa informaçao abrir os olhos a quem nao os quer abrir.
temos de fazer outro 25 de abril mas com grandes cabeços nas armas desparando paz e armonia
fikem bem
bons cultivos
juntos unidos nos todos conseguimos

Anónimo disse...

Uma manifestação pacífica mas numerosa em frente à Assembleia da República durante dias a fio não seria uma má ideia!

Legalize it!

Gilf disse...

Está fora de questão tentar arranjar um confronto tipo debate sobre o assunto da "Cannabis" nalguma série de TV ??

Anónimo disse...

legalize now

Anónimo disse...

ya é uma boa maneira de passar a mensagem..

ilheu disse...

estou com o zine
o que falta é informação
contem comigo

Zine disse...

agreço os comentarios a minha sugestão :D

continuando a pensar em soluções para a situação actual; alem de reactivar a antiga horta, poderiamos tambem establecer um canal de IRC temporário em que os utilizadores da horta poderiam discutir o sucedido e apresentar sugestões de recuperação.

deixo aqui a sugestão para os moderadores do forum.

quanto a ideia da revista, eu não sendo um 'grower' não tenho competência nem teoríca nem prática para elaborar a revista, no entanto é claro que estou disponivel para ajudar noutras areas, como a elaboração do layout, tratamentos graficos, ...

uma revista desse genero apoiaria-se na comunidade do forum, com alguns elementos que ficariam responsaveis por rubricas fixas, enquanto que o resto da comunidade poderia contribuir com fotos, artwork, e coisas assim, por exemplo, alguem com jeito para desenho poderia disponibilizar-se para desenhar uma tira de banda-desenhada.

Anónimo disse...

Que acham os moderadores em contactar o Deputado do bloco Miguel Portas e exporem o sucedido?

O site é o:

http://www.be-global.org/

dozer disse...

Identifico-me com tudo o que o zine disse acima, acertou na mouche!

Penso realmente que o único crime de que a Horta podería ser acusada é o de incentivo a uma actividade ilegal. Não conheço suficientemente a lei para poder ter isto como certo mas é a única coisa que estou a ver.

No entanto penso que a Horta apenas podería ser acusada disso se estivesse localizada em território nacional. Estando o site localizado na Alemanha a lei vigente é a alemã e, que eu saiba, a Alemanha não tem leis de censura encapotada como Portugal e assim sendo o site não terá nada de ilegal!

Acerca da legalidade do encerramento, o problema nem se põe porque na realidade não foi a polícia que encerrou o site, foi o admin do servidor e foram os admins/moderadores do site por opção própria e ao serem confrontados com um "aviso informal" das autoridades alemãs que decidiram optar pelo encerramento imediato. Tal aviso podería ser considerado uma ameaça e aí já poderemos falar de abuso de poder...

Não sei até que ponto as autoridades alemãs e portuguesas poderiam actuar judicialmente mas também não sei se quero descobrir! :)

A proposta do zine é muito válida! Tentar saber a razão do aviso e tentar repôr a Horta online o mais rápido possível, ainda que amputada de algumas partes, é uma das opções que temos que considerar e concerteza será discutida com aconselhamento legal.

As ideias de hacking e de outros ataques às autoridades ou ao IDT não fazem qualquer sentido. O caminho não é certamente esse. Não queremos entrar em guerras estúpidas com as autoridades. Nós nem temos nada contra as autoridades, o que nós queremos é mudar as leis injustas que temos!

Obrigado zine, pela clarividência e pelo apoio!

.

Anónimo disse...

Esta na hora da propaganda e todo o activismo que se debateu no horta começar a funcionar!

Dread

Anónimo disse...

ACÇÃO!!!

Anónimo disse...

Sinceramente...

Concordo que isto bem aproveitado pode ser bem proveitoso para o nosso lado..ou seja..a comunicaçao de tal acçao da nova PIDE aos orgaos de comunicaçao social e ao mmo tempo debater a troca livre de opinioes e aproveitar e juntar o tema da legalizaçao e os beneficios economicamente para o país e fisicamente/psicologicamente para o povo portugues.Inda no dia antes da horta ir abaixo..escrevi um post que dizia " o Padre Vitor Melícias reagiu desta forma qdo lhe foi colocada a questao da legalizaçao das drogas leves : - Nao se for um caminho para as drogas duras,Se nao for , que legalizem para afastar dos efeitos da ilegalidade "

Ou seja,ate um padre ja temos que suporta a nossa causa..

Volto a referir e a pedir..
Explorem isto bem mod/admins da horta,vcs sao os unicos que se isto seguisse para tribunal poderiam agir.
Portanto as vossas opinioes/cartas/relatos sao as que mais importancia tem para os orgaos de comunicação.

Peço desculpa pelo o longo post,mas penso que vale a pena le-lo do principio ao fim..e deixem-se de criancices de hackar paginas..

Anónimo disse...

Deixem-me partilhar o cagaço que apanhei quando abri a pagina da horta e vi o que la estava descrito: Vi a vidinha toda a andar para tras... Eu trabalho numa empresa Alemã cujo acesso á internet passa por um servidor na Alemanha... agora deduzam o que eu pensei quando li a mensagem do webhoster... tou f#%$#o e despedido!!!
Trabalho, estou inserido na sociedade, faço trabalho social, desconto para os impostos e até no tabaquinho e nas mortalhas que uso para os berlaites pago IVA a 21% ( e não me importava nada de pagar IVA na erva e no haschisch que fumo) e tenho de me sujeitar a estes cagaços??? ORA BARDAMERDA !!! Assumam-se de uma vez por todas PORCOS CHAUVINISTAS FEITORES DE ESCRAVOS FASCISTAS LOBBISTAS AMERICANISTAS VENDIDOS CORRUPTOS ... até Salazar que apesar de não primar pelo respeito ás liberdades individuais, ja teria legalizado a canabis para equilibrar a nossa economia.
Certamente que "hackear" sites governamentais não será a melhor forma de nos fazermos escutar, aliás esse seria talvez o motivo que ELES andam á espera para fazerem as coisas segundo o "livro das leis". As leis ainda protegem a liberdade de expressão, mas tambem reprimem os incentivos á ilegalidade. Eu penso que será aqui que a batalha se trava. Este limbo judicial cria um espaço onde a horta de destaca, mas não podemos esticar em demasia a corda sob pena de passarmos para o lado de lá, ou seja para a ilegalidade. A horta deve informar, consciencializar, alertar mas não fomentar ("fume"ntar é á vontade lol)...
Eu sei que tem o seu quê de proibicionismo, mas pessoalmente acho que os administradores da horta nunca, mas nunca deveriam dizer coisas como: "Toca a plantar" "Ide fumar os belos frutos das vossas couves". Não que me afecte, alias, o pessoal é cool e ainda bem, mas ELES pegam em tudo e transformam isso em criminalidade "Aqueles gandulos da horta da couve andam a dizer ás pessoas para prevaricarem... temos de algema-los e dar-lhes tau tau" dirão ELES. Esses comentarios deveriam ser evitados por quem "detem os direitos" da Horta, sendo que os utilizadores "normais" poderiam tomar essas iniciativas. Podemos complementarmo-nos desta forma. É verdade que se dissermos a alguem normal para se matar e essa pessoa o fizer a "LEX" não nos pode condenar, mas se essa pessoa tiver alguma diminuição mental ou for inimputavel o caso ja muda de figura... Ora se algum dia um puto for apanhado a fumar uns berlaites e disser "Ah, é que eu vi na net um site onde eles dizem que isto é bom pró glaucoma e pra asma ..." cumé??? Se for o administrador é toda a causa que fica em causa (peço desculpa pela redundancia) se for um utilizador é completamente diferente. Mas já chega de conversa de proibicionista, partamos para a divulgação para fazermos a (r)evolução neste Portugal tacanho.
Começemos por um "ajuntamento" sem nada nos bolsos (para evitar surpresas deixamos o que quer que seja no carro) para um "brainstorming dinner". A partir daí tudo é possivel. Contem comigo para o que der e vier.

B. herbalized

PS- Com o cagaço quando cheguei a casa anteontem cortei as marias todas e pu-las a secar.. ainda faltava para ai um mês :S

Druida disse...

Vamos lá ver as coisas como "deve ser"!

Em primeiro lugar: Boa tarde sr agente da autoridade que nos está a ler, não sei se era isto que esperava como resultado da acção que "culminou" com o encerramento da hortadacouve. Se foi. Parabéns! Embora esteja longe de um bom serviço prestado à segurança dos cidadãos portuguêses. Isto, claro está é a minha opinião!
Todos nós estamos do mesmo lado e contra o tráfico! Que isto fique claro de uma vez por todas.

Se antes alguém tinha dúvidas sobre se a horta estaria a ser "acompanhada" pelas autoridades... acho que essa dúvida foi desfeita. E é clarividente que tudo o que aqui escrevemos está também a ser acompanhado.

Resumindo: É irresponsável falar em hackear o que quer que seja. Isso seria dar motivos, que agora ninguém tem, para marginalizar a hortadacouve e os seus ideais. Já para não dizer que isso só por si é uma ilegalidade e moralmente condenavel.

Ir para a comunicação social também não me parece a escolha acertada. Mesmo que algo fosse publicado, e eu estou certo que seria, não passaria de algo efémero e sem consistência. Seria fácil rebater a questão e virar a coisas contra nós, ainda para mais a avaliar pela opinião geral que a população portuguesa tem sobre a canábis.
Seja qual for o caminho tem de estar patente uma continuidade, clareza, e seriedade exemplar. Será uma estratégia de futuro e não algo que se esgota passados 3 dias.

Uma publicação também acabaria por trazer varias questões a nivel legal, a públicação seria editada, impressa e distribuida em Portugal e isso acarreta várias questões complicadas de contornar, a começar pelo investimento.
Veja-se o caso da revista CÂNHAMO que, apesar de não ser tão acutilante como os assuntos abordados pelos utilizadores da hortadacouve, acabou por ter que desistir.

Uma manifestação... acabaria por nos levar ao ponto que levaria uma divulgação pelos meios de comunicação social. Seriamos vistos como um bando reduzido (sim, porque nestas coisas nunca aparece muita gente) de putos fumetas... apesar de termos entre nós todo o tipo de pessoas, idades e profissões.

Julgo que o ideal também não é a associação da horta a um partido político. A causa é apartidária e transversal em toda a comunidade portuguesa. Terão de ser os portugueses a legitimar o futuro, seja ele qual for, da canábis em Portugal, e não o partido ou marca A, B ou C.


Dr

m4rDuK disse...

Boas,

Eu propunha a criação de um fórum, para já, onde se incluisse a secção de Activismo da Horta, apenas para que se pudessem discutir soluções para este problema, visto que aqui é, desculpem a expressão, "uma grande cagada", visto que ninguém consegue dialogar, mas apenas trasmitir a sua indignação.

Para além do mais, e o que se pretende maioritariamente desenvolver, é a movimentação que visa a legalização de cannabis, e como tal, poder-se-ia arrancar deste ponto, com a activação somente desta secção do fórum.

Repegar no que se estava a dizer, a propor, a planear, para levar a ideia avante, e deixar a parte do plantio para um pouco mais tarde, quando uma solução fosse encontrada.

m4rDuK

Anónimo disse...

Concordo com o druida, não se deve partidizar a horta.
Já os media iriam provavelmente empolar a situação por forma a aumentar o share durante a reportagem e de certeza que o fariam de forma negativa e inconsequente.
Uma manifestação com meia duzia de gatos pingados tambem seria do genero "pior a emenda que o soneto", cairiamos no ridiculo.
Quanto a uma publicação, olha que o investimento para se fazer uma cena on line que pudesse ser impressa pelo leitor não é muito elevado... é necessário é "quorum".
Quem tem????


Repito, brainstorming dinner ... muitas cabeçinhas idiotas juntas hão-de chegar a algum lado.... penso eu de que..

B. herbalized

Anónimo disse...

Ou seja..seguindo o druida..na devemos fazer nada..e continuar sentados à espera..eu volto a referir k deviamos apostar na comunicaçao social ate para fazer uma reportagem como a revista brasileira "Epoca" fez procurando personalidades publicas que fumam..a Impala é 1 boa editora para pegar em tal assunto e desenvolver o outro ponto de vista

Zine disse...

RELATIVAMENTE A UMA PUBLICAÇÃO:
===============================

Druida, antes de mais quero sublinhar que a ideia original em nada se parece com a revista CÂNHAMO que éra na essencia um projecto commercial e que a meu conhecimento reduziu a sua actividade em portugal devida a baixa quantidade de vendas.

Como foi tambem apontado num dos comentários, uma publicação digital não envolviria investimento nenhum, sendo apenas necessário uma equipe minima que fique responsavel por coordenar a revista mensalmente. Assim, alguns membros teria colunas fixas, para as quais escreveriam artigos mensalmente, outros membros tratariam da parte grafica, e sempre poderiamos aceitar ajuda da comunidade recolhendo fotos ou promovendo o desenvolvimento de artwork/flyer/cartazes.

Assim sendo penso que uma equipa de 10 membros ou até ménos poderiam assegurar o bom funcionamento da publicação e havendo empenho, não vejo razão para que a revista se va abaixo apos algum tempo.

A nivel legal, acho que não ha nada de complicado nisso,
nenhuma lei proibe em falar de canabis, tendo unicamente que ter cuidado para que o conteudo nao seja considerado incentivo ao consumo ou ao trafico; penso ser um direito constitucional o direito a expressão de opinião individuais e o direito de acesso a informação.

Quanto a associação da horta a um partido, essa nunca foi a minha intenção, concordo que a horta se deva manter apartidaria, no entanto, a questão de legalisação do cultivo para consumo prorpio, é uma questão politica, e só poderá ser resolvida por via política; assim sendo uma publicação desse genero poderia ser um bom meio de sensibilização dos diversos partidos.

Que fique bem claro que o objectivo de tal publicação não seria de forma nenhuma gerar polemica ou ser provocadora. É do interesse de todos que uma publicação deste tipo esteja bem enquadrado a nivel legal; e como referiu o dozer, não querendo gerar de forma nenhuma problemas com as autoridades; relembremos que apesar de termos agora a horta desligada devida as acções deles; é um facto que ao longo de varios anos o forum póde evoluir sem problemas de maior, tomando como exemplo mais obvio, a realização dos picnics que eram de conhecimento publico e que nunca foram 'interrompidos.

Acredito que as autoridades nao estão particularmente preocupadas com a pessoa que cultiva para consumo proprio; no entanto sendo ilegal, é claro que perante uma denuncia teriam que ajir.

Assim um publicação que procure realmente transmitir informação publica, desmitificando a canabis e o seu cultivo poderiam ser saudaveis num panorama nacional, procurando sempre o entendimento com as forças da autoridade e organismos (ex.: IDT).

Qualquer que sejam as medidas que se tome, o facto é que a mudança ainda demorará algum tempo, portanto a linha de ordem para 'growers' ainda continua a mesma:

- Cultivem apenas para consumo proprio
- Façam-no na privacidade da vossa casa
- Não ficam divulgando a toda a gente que cultivam
- E sobretudo: não vendam!!

Se seguiram essas poucas regras e mantiverem um low-profile, poderão ter a certeza que reduzem de 90% as hipoteses de ter problemas.

Acabo lembrando que se o consumo e posse até certas quantidades de canabis ou derivados, ja foi descriminalizado (continuando no entanto a ser ilegal); No caso do cultivo a situação é bem diferente, sendo que qualquer quantidade pode ser considerada como 'destinada a trafico' sendo considerado crime e podendo acabar em pénas de prisão relativamente pesadas.

zap5 disse...

olá

como alguns sabem e perceberam, não houve nenhum acto de censura, apenas um aviso, como tal as pessoas responsáveis pelo projecto horta da couve devem tar a reflectir e a pedir apoio juridico para ponderarem as implicações legais.
a horta da couve (acho) que sempre foi um projecto concreto e responsável, e não é com actos irreflectidos que podem prejudicar a causa que se vai ganhar alguma coisa.
todos os utilizadores tinham a consciencia dos perigos que implicava frequentar um forum de cultivo de canábis, e de certeza que todos teem consciencia que é ilegal cultivar, mesmo sendo para consumo próprio, (como é slogan da horta), por isso acho que não vale a pena alarmismos, é um dado adquirido, é ilegal!
acho que só sendo ponderado e responsável é que se vai chegar a algum lado, já se percorreu um grande caminho até aqui, não vamos deitar tudo a perder, o projecto horta da couve vai continuar a existir e rapidamente acredito que vamos ter noticias frescas, mas ....
desafio todos os que estão cheios de ideias e projectos a avançarem, só assim se poderá concretizar as coisas, não basta falar, e muito menos estar a espera que de alguêm faça as coisas por nós.
já se sabe o que se passa, já se sabe as medidas que estão a ser tomadas, por isso só nos resta esperar e aguardar serenamente...

abraços

z.

não compres, planta!

Anónimo disse...

gostaria de aproveitarmos este ocorrido e lutarmos por aquilo que nos uniu a todos que sao as couves e lutar por um estado legal nem que seja como a espanha.
espalhar o maximo toda a informação que todos conhecemos dar a conhecer tudo isso fazendo essa tal revista digital.so nao quero ficar de braços cruzados.
e que tal contactar o Deputado do bloco de esquerda Miguel Portas?
vamos emfrente lutar por aquilo que todos nos acreditamos .
antes debatia-se muito a maneira de propagar a informação axo que é um muito bom momento de lutar por essa nossa boa causa.temos uns bons sitios de onde se tirar toda essa informação nao é uma coisa muito complicada ,contem comigo para tudo o que for necessario e para tudo no que poder ajudar.
que dizem?
vamos legalizar

Anónimo disse...

avanti siga-se em frente.
temos tudo para ganhar...

Azor disse...

Como foi dito anteriormente não convinha que a horta estivesse ligada a qualquer força politica.
Mas como a legalização da cannabis está incluida no programa do partido, acho que esta seria uma forma de levar a questão se possível ao parlamento e à comunicação social.
Apesar da horta debater assuntos relacionados com os benefícios da planta, muitas pessoas não sabem que o site existe e se são do "contra" ou desconhecem, mostram-se indiferentes.
Por isso acho que o bom seria tentarmos encontrar uma forma de divulgarmos este assunto aos meios políticos e da comunicação social.

Ass.erbazorika

Anónimo disse...

criando a tal revista digital daria para dar a conhecer a comunicação social e eles dariam a conhecer muitas pessoas e a informação iria se espalhando.
talvez contactando com um depotado de esquerda e explicando-lhe o sucedido nos apoiaria e ajudava principalmente a levar o assunto da legalização ao parlamento. vontade nao falta mas sim a que reflectir muito bem nisso porque ate pode ter os seus contras...

Anónimo disse...

enquanto nao existir uma boa mobilizaçao de pessoas a defender a causa nao acredito que a coisa avance com o apoio de partidos politicos...

Anónimo disse...

ia se espalhando toda a informação sobre a canabis para dar a conhecer a muitas mais pessoas do seu enorme potencial natural na industria farmacia....
e mostrar que nao é uma coisa assim tao prejudicial...

BoldBeaver disse...

Hackear? nem pensar, iam tornar a coisa bem pior e nao tem nada a ver com a causa... se é que se pode chamar causa. é mais um direito. O consumo de cannabis nao é viciante, e nao é mais perigoso do que o alcool. A nao ser para os politicos... mas isso ja estou a afastar-me do "hack". Se querem fazer uma coisa assim , peço desculpas mas nao contem com o meu apoio. Se querem resolver algo resolvam a bem.

Fumos selvagens e vamos a ter calma... não vamos manchar uma mentalidade nobre com uma accao quasi-terrorista (tornar a nossa 'cena' ainda mais criminosa quiçá?).

Keimado disse...

Bem, depois da horta ter sido fechada, só posso dar razão ao bossas: que liberdade há? onde ela está? a liberdade parece ser uma coisa bonita, utópica e que não é para nós =S

entretanto não podiamos alugar um server num país tipo peru ou russia? fazendo uma vaquinha acho que era possivel..

Naquela disse...

FORÇA

Anónimo disse...

esta completamente fora de questao andar por ai a hackear e isso é claro que ira piorar tudo .
a outras maneiras de resolver e que nos podem ser muito favoraveis...vamos tentar ao maximo temos umas boas armas para esta "guerra" e ate aliados...

diniz disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
aka disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
O CaMaLeÃo EsQuIsOfRéNiCo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
O CaMaLeÃo EsQuIsOfRéNiCo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
zorba disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
canabinoides+ disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anónimo disse...

Quem esta escrevendo estas linhas é um antigo usuário do Growroom que, ao saber do fechamento (espero que temporário)tanto do Grow, como da Horta, realmente ficou muito indignado e chateado. É apenas uma mensagem de carinho a estas comunidades irmãs que sempre primaram pela divulgação de conhecimentos e conseguiram agregar toda uma gama de pessoas caracterizadas pelo seu esclarecimento e bom nível cultural.

Tenho certeza que quando "a maré baixar", ambas voltarão com mais força do que antes.

Força pessoal.

Anónimo disse...

Entao e para quando e onde vamos marcar a nossa jantarada? so assim podemos discutir ideias e distribuir tarefas! Tb apoio o jornal on-line. Nao percebo mt de fazer sites e essas cenas mas se mais ninguem que perceba se chegar a frente, enviem textos, cronicas, fotos, bandas desenhadas e mais coisas que possam ter ou fazer que eu trato do resto.
o meu mail é mais.activismo@gmail.com

Bons Fumos

Jonas

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
kynetik disse...

Para quem vai ao festival sudoeste, peço que não se esqueçam de fazer publicidade à horta, mesmo estando fechada. Se vos derem um maço verde e vos girarem uma, fumem bem que é caseira!

Espero que o encerramento seja temporário. Caso seja permanente, pelo menos já aprendi qualquer coisa.

Anónimo disse...

Desculpem a minha ignorancia mas apesar de não saber exactamente o que fez fechar o site, se alojarem o site na holanda não se acabam esses problemas ?

Anónimo disse...

e que tal fazermos um ajuntamento já no sudoeste? Xuto ja a hora e dia: Dia 4 as 22h00 no psicológico.

B. herbalized

Anónimo disse...

O Povo unido JAMAIS será VENCIDO!!!

Anónimo disse...

Eu nao vou ao sudoeste mas vou dizer a minha mitra pa passar no psicológico as 20 do dia 4!

Fikem Bem

Naquela disse...

E No BOOM Alguem Vai?

Anónimo disse...

Amigos do Horta da Couve,
So posso lamentar o ocorrido e aguardar que vcs voltem a atiuvidade o mais rapido possivel, eu sou usurio do Growroom-Brasil e tambem fui afetado por esse lamentavel fato.

Resumindo, boa sorte a todos nos e tenhamos paciencia!

canna_farmer disse...

Gostaria de prestar minhas solidariedades aos irmãos portugueses, que sofreram um doloroso golpe de CENSURA.

É triste ver que atitudes tão retrógradas em relação à Cannabis ainda aconteçam com tamanha frequência.

Desejo muita sorte para vocês, e que em breve a Horta volte a funcionar.


Abraços

Elias Ulrich disse...

Alô colegas do Horta da Couve,

Sou editor do blog 'Ecologia Cognitiva', e neste momento estamos cobrindo as últimas etapas de tramitação da 'nova lei de drogas' brasileira, conforme vocês podem acompanhar aqui: http://ecognitiva.blogspot.com/

A proposta que deve ser sancionada pelo presidente Lula ainda não descriminaliza o uso, mas apresenta alguns avanços como as penas alternativas para usuários -- que agora não mais serão presos -- e o surgimento da figura do plantio para uso próprio que passa a ter o mesmo enquadramento de usuário (aconselhamento, penas alternativas). Ou seja, os growers tem o que comemorar aqui no Brasil.

Por outro lado, os growers brasileiros estão também de luto por esta violência cometida com os colegas lusófonos do Horta da Couve, e pela consequente suspensão dos serviços do nosso querido Growroom. Estaremos daqui imaginando uma forma de dar visibilidade ao acontecido, articulando a rede anti-proibicionista para responder a esta violência na devida proporção.

Me coloco à disposição para o que for necessário, e saúdo este 'blog de resistência'.

Abraços,
Elias.

Anónimo disse...

é com enorme desgosto, que vejo o forum ter um desfecho como este.
não sei se valerá a pena fazer isto e aquilo e tecer comentarios sobre quem criou esta situação, esta feita esta feito.
ha que seguir em frente, e pegar no extenso manancial e na experiencia que se foi adquirindo e partir para um conceito novo, para uma nova etapa.

td de bom

Druida disse...

Obrigado caros colegas brasileiros!

Do longe se faz perto se os objectivos forem comuns ;)
Gostei de vos ler e de saber essas baos novidades, que vocês bem mereciam.

As coisas mudam! Devagarinho... mas... é possível!


Dr

Anónimo disse...

oi!!ainda bem que as coisas no brasil estão a mudar!!um dia pode ser que por cá se normalizem as coisas tambem!!abraços

Anónimo disse...

People.... Sudoeste amanhã Sabado dia 05 de Agosto... 22h00 junto ao psicologico!!! Para bebermos umas cervejas ;)...

B. herbalized

Anónimo disse...

e dia 11 Dawn Penn em Lagos!

DREAD!

Anónimo disse...

E que tal outras soluções para comunicar?

Existem boas soluções.
Porque não usar o de IM/Groupchat QNext? Ele não usa servidores publicos, mas sim P2P(os clientes ligam-se uns aos outros apenas), o que é bastante mais discreto, permite criar grupos privados. Usa encriptação, que faz com que os ISPs/quem conseguir interceptar os dados não consigam perceber o que está a ser transmitido.

Uma boa opção para manter a comunicação(sim, pk não é ilegal estar com amigos/colegas) seria os moderadores criarem um grupo de converça no QNext, e enviarem um mail a avisar aos utilizadores do forum.

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anónimo disse...

É so para deixar aqui uma palavra de incentivo aos mods do Horta da couve e a todos os membros, com paciencia, perseverança e cabecinha (ou cabeçao :P) um dia havemos de xegar lá!
Jah Bless

ass: Just Another Horta Lurker

TRINCO11 disse...

Ola a todos, gosto muito da horta e é com muita pena que recebo esta noticia...O que mais me revolta é esta jogada por trás, ou seja no " informal " que se fala, que governo ou autoridades é que fazem isto por baixo do sapato?? Pelo que me parece não tem autoridade legal para fechar o fórum e por isso utilizam as influencias de um governo junto de um servidor, muito triste....
Também ainda não consegui perceber se fomos arrastados pelo growroom ou se é um " ataque " (sim ataque e nem vale a pena estar a explicar porquê, fazemos mal a alguém? estamos a infrigir alguma lei?) individual contra nós.
De qualquer das formas espero que isto tudo se resolva rápido para que possamos todos ter o nosso cantinho de volta :)).
E agora vou continuar a falar sem saber muito sobre o que se está a passar, mas aqui vai: que tal darmos todos uma quantia (posteriormente estipulada pelos moderadores) para termos o nosso próprio servidor e preferencialmente alojada fora de uma "ditadura".
Abraços verdes a todos e keep it geen,

brisa
hortadacouve 2006

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anónimo disse...

eu ja tou em coma-ressakodica.
so petroleo petroleo em todo o mundo a aumentar a diminuir a aumentar sempre com preços cada vez mair e o CANHAMO?o fiel amigo industrial da naturaza...neste mundo estamos rodeaods de pessoas incultas e entresseiros a lucrarem escondendo o ENORME PODER do CANHAMO.sinto me completamente revoltado por andarem a circular milhoes de quimicos maleficos quando temos o natural que nao faz mal muito pelo contrario..
O NATURAL NAO DEVE SER ILEGAL.
cambada de politicos HIPOCRITAS abram os olhos quando os abrirem asserio pode ser tarde de mais. PACHA MAMA(mae terra) precisa mais que numca uma mudança muito rapida que 70% 80% da poluiçao mundial deixe de ser feita.que pode mos fazer nos?
nada. nem há 1% da populaçao que tome iniciativa. recorrendo a milhoes de meios nao poluentes energias, o proprio CANHAMO ajudaria mas quem podiria tomar varias iniciativas (certos politicos) nem quer saber pois so se preocupa em ter o seu o fim do mes e os outros que se lixem...isso é o que mais me revolta ter uma mae a morrer os pes ela é quem nos abriga quem da de comer que nos da oxigenio quem nos da tudo de nesseçario para viver...e como nos agradecemos? MATANDO-A....
fikem bem bons fumicios e que as vossas couves (tanto quanto as minhas)da qui a 1 a 2 messitos tenham um bom rendimento e acima de tudo uma muito boa qualidade

boost disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
dozer disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Naquela disse...

Os cães ladrão , mas as couves crescem .

:)

xaca disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
patocosmico disse...

Saudações...

Apelo aqui ao bom senso e compreensão pelo próximo...não lavemos roupa suja aqui por favor!

Cada qual deve fazer aquilo que acha que está certo, não interferindo na liberdade dos outros, o problema está em saber onde começa a nossa e acaba a dos outros...

Deixemos então este espaço para apoio e tentativa de renascermos das cinzas e não para nos atacarmos!

Vamos então a essas acções de activismo! Nem que seja por região visto que o activismo a nivél nacional é dificil de organizar. Organizem-se distribuição de panfletos informativos, façam-se festas e iniciativas a favor do livre pensar, continue-mos a guerrilha, visto ainda sermos criminosos aos olhos de quem queremos ajudar, infiltremo-nos em todo o lado, abram os olhos do parceiro do lado como vos abriram a vocês...

Vamos, vamos pá frente...



Jah bless...

_\|/_

Paulinho disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
kynetik disse...

Não vender é uma boa maneira de incentivar mais pessoas a cultivar em casa e a deixar o tráfico. Uma pessoa que vá ter com vcs e vos peça erva, ao levar uma nega, fica lixado, pois só tem calhau e quer fumar erva. Nessa situação, com algumas palavrinhas e um charuto aceso, mostra-se à pessoa o fácil que é cultivar. A maior parte das pessoas pensa que é muito dificil, que se gasta muita luz e que é preciso mandar vir montes de coisas de fora. Quando lhes digo que só precisam de mandar vir sementes, porque de resto compra-se tudo em lojas legais, espalhadas pelo páis, mudam logo de opinião e perguntam logo por consumos de eletrecidade, lojas perto da zona deles, tempo que demora a crescer. E eu explico que se pode ter várias plantas, cada uma numa fase diferente de crescimento de modo a que se possa colher quase todas as semanas ou meses. Depois basta uma referencia a um site ou uma growshop ou blog para que ao chegarem a casa percebam que existe uma comunidade enorme de pessoas que cultivam em casa e que nem por sombras são os unicos. Até se sentem parvos por pensarem que tal não era possível, sendo ao fim ao cabo tão fácil.
Por isso divulguem e quando alguém vos pedir erva, façam um charuto, puxem 2 cadeiras e transmitam o conhecimento. Contem a história da erva que estão a fumar, digam que existem várias strains. Expliquem que o auto-cultivo é contra o tráfico, e que quanto menos pessoas venderem erva, mais pessoas a irão cultivar e menos chamón irá ser vendido e mais perto da legalização estaremos.

Por isso não se limitem a dizer não quando vos pedem erva. Digam não, expliquem porquê e façam uma.

Anónimo disse...

e que da pa fumar desse?:)
pessoal vamos espalha por regioes varias informações tal como diz o pato cosmico .estou contigo para isso so assim se pode chegar a essa desejada legalização...

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Zé disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Andre disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
kynetik disse...

Eu não apareci no psicologico porque só li o teu "post" quando cheguei, com muita pena. Mas estive por lá a representar o que de mais puro se faz em Portugal.

darkside disse...

tambem andei por lá e infelismente não soube do encontro mais cedo, é pena mesmo. se for ao avante é certo! abraço

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
elgrecco disse...

Boas, camaradas! Antes de mais desculpem-me o "atraso", e ainda bem que reabriram os comentários, dado que não tinha tido ocasião de dizer algo.
Mas que dizer mais, que já não se tenha dito entretanto e antes mesmo disto acontecer? Mas fiquei de boca aberta, não esperava golpes baixos e incompreensíveis, sem explicação...não a esta altura do campeonato...embora sentisse que se aproximava um "pico", são algumas horas de "vôo"...Quem foi? Porque foi? Que "braço" foi não sabemos, mas o "corpo" chama-se PROÍBIÇÃO e é uma forma de política e uma linha de pensamento que favorece únicamente quem não deve, e uma forma de REPRESSÃO que é uma autêntica Guerra que visa única e exclusivamente os usuários, deixando impunes os verdadeiros criminosos. Mas tb num país onde a "ilegalidade" de um cultivo se mede pela qualidade da "manutenção", ainda não se pode esperar muito mais. Quando perceberem que os seus principais aliados, se não forem corruptos e estiverem pessoalmente interessados no aumento do tráfico, e do aumento das receitas de certos grupos terroristas, somos nós, auto-cultivadores, ficarão, esperemos, envergonhados. Será bom sinal, e acredito ser só uma questão de tempo e educação.
Do "país das maravilhas", a minha total solidariedade:ABAIXO O PENSAMENTO QUADRADO, ABAIXO OS INTERESSES COORPORATIVOS E OBSCUROS,
VIVA A CANNABIS-VIVA O AUTO-CULTIVO-VIVA A HORTADACOUVE.COM-VIVA PORTUGAl.VIVA A lIBERDADE!!

PS-será que se pensa assim evitar que se espalhe o "conhecimento"? Mas para isso basta ir a um site espanhol ou inglês...principalmente quem tiver más intenções. Por aí tb não me parece que seja...mas aquela apreensão em Espinho deve ter algo a ver com isto, ou não? Eu acho que sim...seja como fôr, estão errados e cometeram um grande erro.Assim não se pára crime algum, antes pelo contrário, dão-se-lhe mais rendimentos...mais clientes.
Eu pessoalmente não reconheço qualquer legalidade nas leis de consumo e em especial de auto-cultivo, sob pena de, no caso que reconhecesse, me fosse passado um atestado médico de OTÁRIO. A droga não é um problema, muito menos um flagelo, o flagelo é a PROÍBIÇÃO e tem atrás de si um rastro de sangue e destruíção que nem a um cego passa despercebido, basta querer olhar. Por favor, se não por vocês, pelos vossos filhos, abram os olhos!
elGrecco

elGrecco disse...

Boas! Vim só aqui ver se havia notícias, mas quero dar só uma palavrinha sobre o que se escreveu, com a melhor das intenções, acerca de "outras formas de comunicação". Acho que é para isto que um blog existe, para trocarmos idéias, notícias, etc, e esclarecermo-nos a nós e a outros...;) ...posto isto, gostaria de chamar a atenção para o facto de termos que fazer precisamente o oposto, ou seja, se nos calam (especialmente ilegalmente),não podemos ter como solução alternativa o escondermo-nos, mas antes o tentarmos "falar" ainda mais. Por isso mesmo creio que os responsáveis da hortadacouve.com, que para além de estar parcialmente activa na net no cannabiscafé.net, com os naturais entraves claro, vão fazer tudo ao seu alcance para voltar ao "ar" 100%, como site. Se a isso nós, usuários da hortadacouve.com e amigos da Cannabis, juntarmos o que disse o camarada patocósmico, e em vez de criarmos intranet´s usarmos sim a nossa "rede" de convivências, de amigos, das nossas intervenções em outros sítios da net, etc, para reforçarmos toda esta posição, seria na minha modesta opinião, o ideal. Há que mostrar que existe e não escondê-lo em proveito de quem assim quer que continue, todo um universo único diferente daquele a que teimam nos querer manter associados. Há que mostrá-lo, se queremos que a sociedade o perceba, que nos oiça, que somos diferentes, e que queremos ser diferentes, e que somos melhores, e que queremos que todos estejam melhores, que só queremos acabar ou substâncialmente diminír o que está mal, e que existem alternativas, e que essas alternativas reduzem e/ou acabam com danos que são, na maioria dos casos criados, e exacerbados pela política de proíbição. Naturalmente com o devido "resguardo", não nos podemos "enfiar na toca" quando "ouvimos o sibilar da víbora". Mostrem antes o peito para mostrar que acreditamos naquilo que defendemos, e que é legítimado por nada mais nada menos que a própria Razão. E ao contrário das razões das autoridades e dos ultra-proibicionistas, que têm razões que a própria Razão nega, assim como a Lógica, a nossa razão fala por si, e por isso mesmo não nos querem a falar "bom português". As atitudes das autoridades são fruto de pressões de lobbys, assim como a atitude dos Media, nada mais. A Liberdade de Um, depende do "poder de pressão" do Outro. Nós temos a razão, que para começar deveria bastar, e o único "poder de pressão" que ainda temos, somos nós, não nos podemos, não devemos nos esconder mais.
Nós, cultivamos tb em grande parte porque o tráfico é ilegal e não queremos cometer esse crime, o de ir comprar... mesmo que estejamos sujeitos a uma multa e um "puxão de orelhas", é, antes de mais, um atentado á dignidade pessoal, e tb á inteligência, e á privacidade. Ao nosso "direito de escolha" e a escolha de "fazer comigo o que bem entender". E a "escolha" que 70 anos de proíbição nos legam e, por enquanto, a quem vier a seguir, é a de cometer esse crime, e de o poder fazer em "cada esquina", fácilmente, tenha 8 ou 80 anos, pelo preço mais alto, em guito e em saúde, em dignidade, em segurânça, "caro" em todos os sentidos, sentidos esses que só a Proíbição "soube" criar. Preferimos enfrentar a lei e a grande Hipócrisia por ter umas plantas em casa ou no bosque público, que sabemos o que são, do que por ter que recorrer ao mercado-negro, com tudo o que isso implica, com todos os perigos que isso implica, e dar de "comer" ao Tráfico e á Corrupção. Recusamo-nos a cometer esse crime contra a sociedade, a Humanidade e contra nós próprios, mas a favor de uns poucos grandes criminosos, corruptos e ganânciosos, para sitas de uma situação que só a eles beneficía. E os criminosos também não são os pequenos traficantes, que na maioria vendem para poder consumir, e/ou porque vivem na ignorância, perfeitamente adaptados, e resignados. Esses tb são vítimas, não podemos esquecê-lo.

Criem grupos para discussão, para reforçar, e não para se esconderem mais. Espalhem a "Boa Nova" sem pudor, "semeiem-na" na net, nos vossos blogs pessoais, em coments de outros blogs, mesmo que não sejam sobre este assunto em particular. Com as pessoas que sabem poderem ser, para já, sensíveis o suficiente para o perceber, ainda que não logo á 1ª. Façam disto, um "Assunto do Dia", obriguem assim a comunicação social a começar a ter que despertar para o tema. O "Nosso!" Tema.
O único aliado ou "poder" que a Ultra-Proíbição tem é a Ignorância, "predam" sob Mitos" e Mentiras. DESPERTAI! Já dizia (talvez um dos Filhos de Jah)há muito, muito tempo. E pelo caminho, expulsem do "Templo" os "Vendilhões" e retirem o Poder ao Anti-Jah. ;) Saudações Cannabicas.
ps-desculpem alongar-me...

Anónimo disse...

porra quer dizer sites e foruns do pnr , associaçoes nazis ,xenófobas.... podem existir a vontade mas um simples site de troca de informaçao sobre quem gosta de cultivar canabis nao pode! fdx como portugal ta